FIFME - Federação Internacional de Futebol de Mesa

HOME

NOTÍCIAS

e-Shop FIFME

MAPA DO SITE

CONTATO

BOLA ROLANDO:

EM ANDAMENTO
AMISTOSOS
.- FUTSAL
TORNEIOS
ELIMINATÓRIAS
CAMPEONATOS
.- COPA ROCCA
.- INTERCONTINEN.
.- CHAMPIONS
COPAS DO MUNDO
CLUBES
.- TORNEIOS
FUTSAL

FEDERAÇÃO:

LIGA DE SELEÇÕES
.- MASTERS
LIGA DE CLUBES
LIGA DE FUTSAL
.- ANTIGA LIGA
.- SUB-17
.- VÁRZEA
LIGA DE PRAIA
.- GAÚCHA
LIGA PRÓ
SUBBUTEO LEAGUE
CONFEDERAÇÕES
ESTÁDIOS
SEDE & INFRA
ARBITRAGEM
.- REGRAS
PRESIDÊNCIA
.- ESTATUTO

BOTÕES:

TODOS BOTÕES
.- ÍNDICE
.- ESPECIAIS
.- COLEÇÕES
.- .- CBF
EX-FILIADOS

 

 

Topo

Em desfile na qual foi apresentada a nova taça do Grand Slam, cerimônia dá início à "Sétima Era" da FIFME

A FIFME deu seguimento às disputas de sua Liga principal de seleções com uma cerimônia na qual foi apresentada a nova taça do Grand Slam e precedeu o início de sua sétima edição, o que equivale dizer que a federação chega, após 25 anos, à sua "Sétima Era".

As quatro seleções campeãs nas seis edições do Grand Slam - Brasil, Holanda, Itália e Alemanha - posaram ao lado da mais nova e belíssima taça do maior circuito de disputas da federação - troféu de confecção FIFME -, e logo após, a taça foi embarcada em um avião em direção à Granja Comari, sede oficial da seleção brasileira, a atual campeã do Grand Slam e, dessa forma, detentora da taça até que um novo campeão apareça.

Também defendendo o título e em casa, o Brasil entrou em campo para a abertura da II Top 16 World Cup enfrentando a Grécia em um duelo do 1º contra o 16º do ranking válido pelas oitavas-de-final. Lembrando que o campeonato é disputado em partidas de eliminatória simples, ou seja, perdeu, caiu fora. O que prometia ser uma festa da torcida que lotava o Maracanã, tornou-se um jogo duríssimo e dramático para o Brasil, o time entrou sonolento em campo, ficou empurrando um 1x0 obtido logo no começo da partida até tomar uma virada já no fim do jogo e, pior, perder Roberto Carlos expulso de campo ao tomar o cartão vermelho - a primeira vitima da nova regulamentação de cartões da FIFME. Mas o time canarinho conseguiu empatar o jogo e, na prorrogação, vencer com um golden goal de Ronaldo Fenômeno, autor dos três tentos brasileiros no jogo.

As outras três seleções Master da FIFME - Holanda, Alemanha e Itália - também entraram em campo na primeira rodada da Top 16 e, junto delas - a zebra que rondou o jogo do Brasil que, por fim, se efetivou nos jogos da laranja e dos baváros.

Para os alemães, a curta jornada na Top 16 foi de vexame total. Sofreram humilhante goleada da desconhecida seleção de Honduras: 7x3! Ainda terminaram o jogo com dois botões à menos, dois cartões vermelhos tomados. Antes mesmo do término do jogo, quando o vexame já estava escancarado em campo, a federação alemã já anunciava que o botão pró não irá mais disputar a III Copa Rio Branco, o próximo campeonato a ser disputado pelo time germânico, a ser iniciado ao término da presente competição. Os alemães irão entrar em campo com seu tradicional uniforme Crack's para analisar a performance do time e decidir com qual botão irão, posteriormente, disputar a Copa do Mundo do Chile. Para Honduras, este foi o maior feito do time em sua jovem existência na FIFME: golear e eliminar a "poderosa" Alemanha...

Zoom
As quatro seleções campeãs nas seis edições do Grand Slam ao lado do novo troféu conferido ao campeão do circuito mór da FIFME

Zoom
As seleções Master da FIFME: Holanda, Brasil, Itália e Alemanha

Zoom
Visão in loco do novo troféu do Grand Slam

Zoom
Brasil, o atual campeão do Grand Slam (6ª edição)

Zoom
Brasil - que defende o título - e Grécia fizeram a abertura da II Top 16 World Cup e do VII Grand Slam da FIFME


Já a Holanda fez uma grande partida contra o Ecuador que, por sua vez, justificou o fato de estar classificado para a Copa do Mundo e figurando entre as seleões top da federação, entretanto, para a laranja, foi um daqueles dias em que a bola não quis entrar. Apesar de ter encurralado o time sul-americano, não conseguiu traduzir em gols a sua superioridade em campo e, mesmo terminando a 1ª etapa vencendo por 2x0, acabou cedendo o empate na etapa complementar. Na prorrogação, após perder três chances claras para marcar o golden goal, acabou tomando um contra-ataque mortal e, com uma finalização de primeira do bico da grande área cruzada por cobertura no ângulo do goleiro Jongbloed, a Holanda deu adeus à sua chance de começar bem a temporada. Ao que parece, os times europeus sentiram um pouco o calor de jogar no Rio de Janeiro.

Por fim, a Itália entrou em campo para pegar a Nova Zelândia - time que muitos não acreditam poder figurar entre os 16 melhores da FIFME, mas que figura (top 14) -, atenta para não deixar, mais uma vez, a zebra rondar a sua estréia. Mas a zebra rondou e, felizmente, só rondou. Depois de se ver atrás no marcador por duas vezes, a Azurra deslanchou no segundo tempo e goleou a Nova Zelândia, no fim, 6x3 para os italianos e zebra espantada.

Na próxima rodada serão realizadas as partidas que definem os adversários de, respectivamente, Brasil, Ecuador (Chave A), Honduras e Itália (Chave B), que saem dos confrontos entre Rússia e Venezuela, França e Croácia, Uruguai e Bélgica, por fim, Argentina e Polônia.

29/10/2009


A mais importante competição internacional da Liga e última do Grand Slam de Clubes, a Copa do Mundo, têm seu início no Home Depot Center em Los Angeles

Mal os assentos do HDC se esfriaram após a festa da torcida dos Los Angeles Galaxy pela conquista da U.S.A. Cup, e a bola já rolou novamente por seus gramados na abertura do mais importante campeonato de clubes até então realizado pela FIFME, a tão ansiosamente esperada Copa do Mundo de Clubes. Lembrando que oito clubes participam da Copa divididos em dois grupos de quatro, e apenas os primeiros colocados de cada grupo se classicicam para a grande final.

Deram o pontapé inicial Roma - campeã do Torneio Ramon Carranza e do Mini-Slam de 2005, que defende a contestada posição de time campeão do mundo (que teria um valor menor por ter sido obtido em um mini, e não em um grand slam) - e o Internacional - campeão da Copa Sul-Americana pelo grupo B. Em campo, o Colorado, apesar de uma certa dificuldade, confirmou o melhor momento do futebol brasileiro em relação ao italiano - que vem de uma grave crise de resultados (ao menos, entre as top) - e venceu a partida por 5x4.

Zoom
Roma e Internacional fizeram o cerimonial de abertura da Copa do Mundo de Clubes

Na sequência, pelo grupo A, o Real Madrid confirmou o favoritismo e venceu o Cosmos, apesar de jogar no estádio do adversário e ter terminado a partida com dois botões a menos pelos dois cartões vermelhos recebidos pelo time: 6x2. Pelo mesmo grupo (A), Botafogo e Barcelona fizeram o duelo mais esperado da primeira rodada do campeonato - um embate, respectivamente, entre o Campeão do Mundo e o campeão da Copa UEFA. Aquele que esperava mais uma apresentação de gala do campeão mundial ficou estupendamente decepcionado. O Fogão não viu a cor da bola e foi humilhado pelo Barça, o término da 1ª etapa já decretava o desastre: 5x1 pro time catalão, no fim, o placar final até que foi baixo, ficando em 6x2 "apenas", e o Botafogo em má situação no mundial.

Completando a rodada, pelo grupo B, o badalado Chelsea pegou o Pumas do México com uma cotação de 1/10 nas bolsas londrinas. Em campo, os Blues ratificaram a alta cotação do time, dominando amplamente a partida e, sem sustos, golearam o time asteca por 7x3.

 

30/10/2009

GALERIAS:

RANKINGS
CAMPEÕES
CAMPEÕES MUNDIAIS
GRAND SLAM
TÍTULOS
AWARDS
SALA DE TROFÉUS
HALL DA GLÓRIA
CLUBS HALL
HISTÓRIA

ESTATÍSTICAS:
RECORDS
ARTILHEIROS
GOLS DE PLACA
CLÁSSICOS
PÁGINA NEGRA
NÚMEROS
FINAIS

MULTIMÍDIA:

TV FIFME
RÁDIO FIFME
FOTOS
PÔSTERS
MEMÓRIA

MUSEU FIFME

PARCEIROS:

INTERCÂMBIO TÉCNICOS
COMPETIÇÕES
RANKINGS
PEDROOM
MCM 1900
MBC
FFM
VILA EMA
DA VINCI BOTÔES



 

Topo

Copyright©1982®FIFME
Topo | Home
FIFME Sound Track - Ouça