FIFME - Federação Internacional de Futebol de Mesa

HOME

NOTÍCIAS

e-Shop FIFME

MAPA DO SITE

CONTATO

BOLA ROLANDO:

EM ANDAMENTO
AMISTOSOS
.- FUTSAL
TORNEIOS
ELIMINATÓRIAS
CAMPEONATOS
.- COPA ROCCA
.- INTERCONTINEN.
.- CHAMPIONS
COPAS DO MUNDO
CLUBES
.- TORNEIOS
FUTSAL

FEDERAÇÃO:

LIGA DE SELEÇÕES
.- MASTERS
LIGA DE CLUBES
LIGA DE FUTSAL
.- ANTIGA LIGA
.- SUB-17
.- VÁRZEA
LIGA DE PRAIA
.- GAÚCHA
LIGA PRÓ
SUBBUTEO LEAGUE
CONFEDERAÇÕES
ESTÁDIOS
SEDE & INFRA
ARBITRAGEM
.- REGRAS
PRESIDÊNCIA
.- ESTATUTO

BOTÕES:

TODOS BOTÕES
.- ÍNDICE
.- ESPECIAIS
.- COLEÇÕES
.- .- CBF
EX-FILIADOS

 

 

Topo

Vasco da Gama é o Campeão dos Campeões do Brasil

Em partida histórica, o Vasco da Gama conquistou o título de Campeão dos Campeões do Brasil. Conquista merecida pelo clube que mais conquistas tem na FIFME, todas de nível regional, porém em número de títulos, nenhum outro clube fifmiano supera a equipe da Cruz de Malta. Somando a Copa dos Campeões do Brasil, conquistada na presenta data, Vasco chegou a sua 4ª conquista, as outras foram: Copa Rio-São Paulo, Taça Guanabara e Campeonato Carioca. O Vasco é o 2º do ranking oficial de clubes da FIFME, atráz da Roma.

Além de sagrar-se o Campeão dos Campeões do Brasil, ampliar o seu número títulos, e sua soberania total em território nacional, o time cruz-maltino também garantiu sua participação na Copa Sul-Americana, que dá 2 vagas para a Copa Libertadores da América, ou seja, a conquista garante ao Vasco, o passaporte para vôos internacionais, no Grand Slam Internacional de Clubes da FIFME.

O Vasco foi para a Final contra o Flu com a vantagem de jogar pelo empate, pois ficara a frente do Flu na fase classificatória, mesmo perdendo para o próprio tricolor (3x2), na 1ª fase. A vantagaem do Vasco foi no saldo de gols, obtida em goleada sobre o Corinthians (6x2). Já o Flu, deixou escapar a 1ª colocação na fase classificatória ao perder na última partida para o já eliminado Corinthians (1x0), quando um empate bastava para garantir a vantagem do empate para o Flu na final contra o Vasco. A perda dessa vantagem acabou, no fim, determinando a conquista vascaína.

O Flu foi para a final para morder, sufocar e tentar liquidar de qualquer maneira o Vasco da Gama.

Ampliar
Pôster dos Campeões


Ampliar
Pela 3ª vez, Vasco e Fluminense decidiram um torneio regional, e pela 3ª vez, o Vasco levou a melhor

Ampliar
O gol no último suspeiro, marcado por Romário, levou os jagorades do Vasco a loucura: mais uma vez o Flu ficou com o vice

Era a terceira vez que os dois clubes se enfrentavam numa final e, nas duas anteriores, o Flu havia perdido para o Vasco (na Copa Rio-São Paulo e no Campeonato Carioca). O Flu não poderia suportar mais uma derrota diante do rival carioca, o Vasco.

No início da partida, o Flu foi logo mostrando a que veio, precisando da vitória, fez o que precisava, buscou o gol incesantemente. Logo no início da partida, abriu o marcador. Porém o Vasco, com seu ataque infernal - Edmundo, Euller e Romário - também tinha sua armas e logo empatou a partida. Porém o Flu continuou monstrando que estava mais afim decidir, enquanto o Vasco procurava administrar a vantagem do empate. Logo o Flu colocou nova vantagem no marcador, porém o Vasco correu atráz e virou o marcador. Ainda antes do fim da primeira etapa, o Flu empatou novamente, e deixou tudo igual para decisivo tempo do campeonato.

No segundo tempo, o panorama da partida continuou igual, o Flu indo para cima do Vasco e comandando o placar da partida, com o Vasco correndo atráz do Flu. Assim a partida permaneceu até o Fluminense marcar 5x4 no placar faltando pouco menos de 1 minuto para o término da partida. Num momento em que o clube das laranjeiras tinha o domínio da partida, e parecia então rumar para a conquista sobre o grande rival. Embora o Vasco não fizesse uma grande partida, ainda possuia seu trio infernal a frente da equipe, comandondo-a na final. Edmundo e Euller já haviam marcado 1 gol cada, e Romário 2. No apitar do árbitro, a posse de bola terminou nos pés dele, Romário, algoz do Fluminense em finais anteriores entre as duas equipes. Com a posse de bola nos pés do baixinho e o chute derradeiro de Romário, a torcida do Flu que já inflava os pulmões para soltar o grito de campeão teve de reter o ar no apitar da campainha que indicava o fim do tempo regulamentar.

Pouco a frente da meia lua, de frente para a meta tricolor, Romário finalizou no canto, Murilo - goleiro do Flu - ainda deu um tapinha na bola que bateu na trave e cruzou a meta para sacodir a rede do lado oposto, no fundo do gol. A torcida tricolor engasgava com grito enquanto a massa cruz-maltina renascia em uma grande explosão de felicidade que ditou a festa vascaína em mais uma conquista sobre o Fluminense.

Em campo os jogadores do Flu desabaram, Murilo, que quase evitou o gol da conquista vascaína, saiu chorando de campo. Os jogadores lamentavam como nunca a derrota e pediam desculpas aos torcedores. Abel Braga, técnico do Flu foi o único que atribuiu o verdadeiro mérito da conquista ao Vasco e ao baixinho Romário, que marcou o gol decisivo no momento final, parabenizando a equipe que ganhou todas as disputas regionais brasileiras na atual temporada. A declaração do técnico do Flu, sincera, ilustrou perfeitamente o que representou a conquista do Vasco. O título aquele clube que sempre foi o melhor nas disputas regionais do Brasil.

E fez-se justiça com a conquista do Vasco, que voltou a ter a sua vaga na Copa Sul-Americana assegurada. Vaga esta que já fora do Vasco pela conquista da Copa Rio-São Paulo, e depois retirada pela FIFME, que criou a Copa dos Campeões para definir um dos representantes brasileiros no torneio da COMENBOL, outra vaga será atribuida ao vice campeão brasileiro, no Torneio Roberto Gomes Pedrosa, a ser disputado em 2007.

O Vasco terminou a competição com o melhor ataque, 18 gols em 4 jogos, porém o artilheiro do competição foi Gil (ex-Corinthians), do Cruzeiro (nº 9), com 8 gols.

Final
Rei Pelé - 26/12/2006

Fluminense ; 5 x 5 ; Vasco
1º tempo: 3 x 3
2º tempo: 5 x 5
Vasco da Gama Campeão

Veja a tabela completa

26/12/2006

 

GALERIAS:

RANKINGS
CAMPEÕES
CAMPEÕES MUNDIAIS
GRAND SLAM
TÍTULOS
AWARDS
SALA DE TROFÉUS
HALL DA GLÓRIA
CLUBS HALL
HISTÓRIA

ESTATÍSTICAS:
RECORDS
ARTILHEIROS
GOLS DE PLACA
CLÁSSICOS
PÁGINA NEGRA
NÚMEROS
FINAIS

MULTIMÍDIA:

TV FIFME
RÁDIO FIFME
FOTOS
PÔSTERS
MEMÓRIA

MUSEU FIFME

PARCEIROS:

INTERCÂMBIO TÉCNICOS
COMPETIÇÕES
RANKINGS
PEDROOM
MCM 1900
MBC
FFM
VILA EMA
DA VINCI BOTÔES



 

Topo

Copyright©1982®FIFME
Topo | Home
FIFME Sound Track - Ouça