FIFME - Federação Internacional de Futebol de Mesa

HOME

NOTÍCIAS

e-Shop FIFME

MAPA DO SITE

CONTATO

BOLA ROLANDO:

EM ANDAMENTO
AMISTOSOS
.- FUTSAL
TORNEIOS
ELIMINATÓRIAS
CAMPEONATOS
.- COPA ROCCA
.- INTERCONTINEN.
.- CHAMPIONS
COPAS DO MUNDO
CLUBES
.- TORNEIOS
FUTSAL

FEDERAÇÃO:

LIGA DE SELEÇÕES
.- MASTERS
LIGA DE CLUBES
LIGA DE FUTSAL
.- ANTIGA LIGA
.- SUB-17
.- VÁRZEA
LIGA DE PRAIA
.- GAÚCHA
LIGA PRÓ
SUBBUTEO LEAGUE
CONFEDERAÇÕES
ESTÁDIOS
SEDE & INFRA
ARBITRAGEM
.- REGRAS
PRESIDÊNCIA
.- ESTATUTO

BOTÕES:

TODOS BOTÕES
.- ÍNDICE
.- ESPECIAIS
.- COLEÇÕES
.- .- CBF
EX-FILIADOS

 

 

Topo

Empate histórico dá o bi-campeonato da Taça Oswaldo Cruz ao Brasil

O Brasil empatou com o Chile em Santiago, consagrou-se Bi-Campeão da Taça Oswado Cruz e garantiu sua participação na III Copa Intercontinental.

A conquista foi histórica. O Brasil foi a Santiago precisando de um empate para garantir o título. Em caso de derrota, o Paraguai ficaria com a taça por ter melhor saldo de gols que o Brasil. Já o Chile tinha uma remota chance de ser campeão, para isso precisava ganhar do Brasil por 7 gols de diferença, uma tarefa considerada impossível pelo mais otimista chileno.

Embora sem chances de conquistar o título, o Chile entrou em campo determinado a evitar uma festa brasileira em seu estádio, e foi com tudo pra cima do Brasil empurrado pela massa paraguaia que invadiu Santiago. A pressão deu certo, o time chileno não tomou conhecimento do todo-poderoso Brasil e seu botão pró, marcou logo 3x1 no primeiro tempo, para delírio da massa guaraní.

No segundo tempo, explorando o desespero brasileiro que buscava os gols de empate, o time chileno chegou a marcar 5x1 no placar faltando pouco menos de 4 minutos pro fim da partida. Nesse momento, a parte verde-amerala do estádio começou inclusive a recolher suas faixas, do outro lado a torcida gritava "és campeón, campeón". Foi quando o Brasil fez seu segundo gol. Nada mudou, a torcida brasileira continuou a enrolar suas faixas. Com Ronaldo Nazari, o Brasil marcou 3x5, mas faltava puco tempo. Acreditando no impossível, o Brasil foi pra cima do Chile e, todos os erros nas finalizações que estavam determinando a derrota do time canarinho pareceu se dissipar. Rivaldo marcou o 4º gol brasileiro, silêncio no estádio que ainda estava incrédulo com a reação brasileira, mas ainda sem acreditar que o empate poderia acontecer. E aconteceu. Ronaldo Nazari, no último suspiro, fez o gol de empate brasileiro. O impossível se tornava realidade, o Brasil empatava o jogo e garantia o Bi-campeonato da Taça Oswaldo Cruz. Festa canarinho em Santiago e tristeza paraguaia em campo, além de vaias pro time Chileno.

O único consolo para o time guaraní foi terminar com o artilheiro da competição, Roque Santa Cruz, com 6 gols e, o melhor ataque também, 19 gols em 4 jogos.

A II Taça Oswaldo Cruz registrou uma marca de 8,6 gols por jogo, um record no campo de medidas e regras oficiais.

II Taça Oswaldo Cruz
Encerramento - Santiago (25/05/2006)
Chile ; 5 x 5 ; Brasil
1º tempo: 3 x 1
2º tempo: 5 x 5
Brasil Bi-Campeão
Veja tabela completa

 

Ampliar
Pôster do Brasil Bi-Campeão

Ampliar
O empate no último minuto valeu o bi-campeonato para o Brasil, e levou os jogadores ao êxtase em campo
 

25/05/2006

 

GALERIAS:

RANKINGS
CAMPEÕES
CAMPEÕES MUNDIAIS
GRAND SLAM
TÍTULOS
AWARDS
SALA DE TROFÉUS
HALL DA GLÓRIA
CLUBS HALL
HISTÓRIA

ESTATÍSTICAS:
RECORDS
ARTILHEIROS
GOLS DE PLACA
CLÁSSICOS
PÁGINA NEGRA
NÚMEROS
FINAIS

MULTIMÍDIA:

TV FIFME
RÁDIO FIFME
FOTOS
PÔSTERS
MEMÓRIA

MUSEU FIFME

PARCEIROS:

INTERCÂMBIO TÉCNICOS
COMPETIÇÕES
RANKINGS
PEDROOM
MCM 1900
MBC
FFM
VILA EMA
DA VINCI BOTÔES



 

Topo

Copyright©1982®FIFME
Topo | Home
FIFME Sound Track - Ouça